Posts

Cigarro: apague essa ideia

O cigarro causa a morte de 6 milhões de pessoas por ano em todo o mundo em razão de doenças provocadas pelo hábito de fumar. O tabagismo é principal causa de morte evitável em todo o mundo. Somente no Brasil esse número chega a 200 mil. E o mais grave: dez por cento dessas mortes são de fumantes passivos, pessoas que não fumam mas convivem com fumantes.

Hoje, quando se comemora o Dia Nacional de Combate ao Fumo, é um momento de se refletir sobre essa epidemia global, considerada doença de saúde pública.

DOENÇAS CAUSADAS PELO CIGARRO

  • O tabagismo é responsável por 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)  (bronquite e enfisema)
  • 30% de diversos tipos de câncer (pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga, colo de útero, estômago e fígado)
  • 25% das doenças coronarianas (angina e infarto)
  • 25% das  doenças cerebrovasculares (AVC´s)
  • O tabagismo também é um fator importante de risco para o desenvolvimento de outras doenças:  tuberculose, infecções respiratórias, úlceras, impotência sexual, infertilidade em mulheres e homens, osteoporose e catarata

 

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é a enfermidade relacionada ao tabagismo que mais gerou gastos aos sistemas público e privado de saúde em 2015, com R$ 16 bilhões. Doenças cardíacas vêm em segundo lugar, com custo de R$ 10,3 bilhões. Também entraram no levantamento o tabagismo passivo; cânceres diversos, entre os quais o de pulmão; acidente vascular cerebral (AVC) e pneumonia.

A DPOC  é a quinta causa de mortes no Brasil, e a única maneira de mudar o curso da doença é parar de fumar.

Veja o que diz o pneumologista Felipe Marinho sobre a doença:

 

 

 

Ainda que seja difícil, é possível parar de fumar , e quando isto acontece, os  resultados são surpreendentes:

  • Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal;
  • Após 2 horas, não há mais nicotina no sangue;
  • Após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza;
  • Após 2 dias, a pessoa passa a sentir melhor os cheiros e sabores;
  • Após 3 semanas, a respiração fica mais fácil e a circulação melhora;
  • Após 5 a 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao de quem nunca fumou.

 

 Respire fundo, apague o cigarro e viva mais e melhor. 

 

 

 Fonte:     Inca – Instituto Nacional do Câncer     http://www2.inca.gov.br