Implante Percutâneo da Válvula Aórtica (TAVI)

Esta semana, mais um procedimento de alta complexidade foi realizado pelo Hospital do Coração de Natal: o Implante Percutâneo da Válvula Aórtica (TAVI), o segundo realizado este mês no hospital.
A equipe que realizou o procedimento foi formada pelos hemodinamicistas Luis Fernando Campos, Bruno Coutinho e Wellingson Guimarães, pela cardiologista Ana Claudia Solano e pela enfermeira Eurimar Brito.

Enf. Eurimar Brito, Dra. Ana Claudia Solano, Dr. Luis Fernando Campos, Dr. Wellingson Guimarães e Dr. Bruno Coutinho

Este tipo de implante é indicado para pacientes com estenose aórtica grave (condição onde ocorre um estreitamento que vai dificultando a abertura da válvula aórtica para a passagem do sangue no coração).


Há pouco mais de uma década, a única forma de tratar a estenose aórtica era por meio de uma cirurgia de grande porte, para abrir o peito do paciente e fazer o implante da válvula. No TAVI, o implante é realizado via cateter, introduzido geralmente pelos vasos femorais, na região da virilha – a válvula é levada ao coração e lá se expande, adquirindo o formato adequado.
O procedimento, menos invasivo, tem menores taxas de complicações que as cirurgias, requer menor tempo de internação e possibilita a recuperação mais rápida dos pacientes.

Porque a gente sabe: mesmo em plena pandemia, a saúde dos nossos pacientes não pode esperar❤️

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *