CORONAVÍRUS E TIREOIDE

CORONAVÍRUS E TIREOIDE

Dia 25 de maio se comemora o Dia Internacional da Tireoide e tem início a Semana Internacional da Tireoide (25 a 29 de maio), que tem como tema Coronavírus e Tireoide.

Considerando a pandemia COVID-19 e a procura frequente de informações confiáveis por pacientes e familiares de portadores de doenças tireoidianas, o Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia preparou alguns esclarecimentos:

  1. Os pacientes com doenças de tireoide devem seguir as mesmas orientações do Ministério da Saúde destinadas à população geral, ressaltando-se a necessidade de manter o bom controle, tanto do hipotireoidismo quanto do hipertireoidismo. Se necessário, recomenda-se procurar auxílio do seu endocrinologista para atualizações necessárias.
  2. Pacientes com doenças tireoidianas, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo, não fazem parte do grupo de risco para a infecção COVID-19, mesmo se a causa do transtorno for de natureza autoimune, como a tireoidite de Hashimoto e a doença de Graves. Somente se essas condições estiverem descompensadas ou não tratadas é que deve-se procurar um médico.
  3. O tratamento do hipotireoidismo e do hipertireoidismo não deve sofrer nenhuma alteração no caso de contágio com o coronavírus. Recomenda-se que os pacientes mantenham o uso de seus medicamentos e atualizem as medidas de controle clínico, de acordo com as orientações do seu médico.
  4. Nos casos de maior gravidade, em que for necessária a internação hospitalar, é importante que a equipe médica responsável seja informada sobre o tratamento utilizado, com nome e doses dos medicamentos em uso.
  5. Referente aos pacientes com Câncer de Tireoide, a maioria (aqueles tratados com cirurgia seguidos ou não de terapia com iodo radioativo e sem doença ativa) não está no grupo de risco para gravidade da infecção COVID-19 e não necessita de nenhum cuidado adicional referente às medidas de proteção ao contágio da infecção, além das orientações do Ministério da Saúde e/ou de outras autoridades competentes previamente divulgadas à população.
  6. Pacientes com Câncer de Tireoide avançado, com metástases para outros órgãos, especialmente aos pulmões, ou em uso de medicamentos específicos para o câncer (sorafenibe, lenvatinibe, vandetanibe) podem apresentar maior risco para a gravidade da infecção, tanto pela extensão da doença quanto pelos possíveis efeitos adversos dos medicamentos. Esses pacientes devem tomar mais cuidado, manterem o isolamento social, seguirem todas as demais medidas já divulgadas pelas autoridades competentes para pessoas de alto risco e entrarem em contato com seu médico para uma orientação individualizada.

Fonte:  Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *