ATIVIDADE FÍSICA: COMO SE MANTER ATIVO DURANTE A PANDEMIA

 

A atividade física regular beneficia  o corpo e a mente: melhora o funcionamento do sistema imunológico, reduz a pressão sanguínea  alta, ajuda a manter o peso e a reduzir o risco de doenças do coração, derrame, obesidade, diabetes do tipo 2 e diversos  tipos de câncer, além dos   benefícios para a saúde mental,  reduzindo o risco de depressão, declínio cognitivo e demência.

De acordo com a OMS, para os adultos o ideal é fazer pelo menos 150 minutos de atividade de intensidade moderada ao longo da semana (cerca de 30 minutos diários).

Com as academias fechadas e a recomendação de circulação restrita, como se manter ativo e não prejudicar a saúde?

  • Mantenha o sono regular, idealmente 8 horas por noite e evite cafeína a noite, para não interferir na qualidade do sono;
  • Mantenha uma dieta equilibrada e evite a baixa disponibilidade crônica de energia, o que pode prejudicar o sistema imunológico;
  • Adapte o treinamento para as condições atuais – treinos intensos de longa duração devem ser evitados – isso pode piorar a sua imunidade. Manter o corpo ativo, realizando exercícios que você já realiza/realizou na sua rotina de treino é a melhor estratégia;
  • Caso não seja ativo normalmente, opte por atividades de baixa intensidade  e que diminuam o risco de lesões – há muitos aplicativos para atividade física em casa que podem auxiliar no programa de treinamento;
  • Se for se exercitar ao ar livre, mantenha distância física de no mínimo 2 metros das outras pessoas,  lave as mãos antes de sair de casa, ao chegar ao local e assim que voltar para casa (se não for possível lavar, usar  álcool gel) e use máscaras, sempre respeitando  as recomendações dos órgãos locais competentes sobre a circulação ao ar livre, que podem variar entre estados e mesmo cidades

 

  • Procure se movimentar minimamente. Levante-se enquanto estiver assistindo TV, dê uma volta pela casa, faça uma tarefa ativa – qualquer tempo dedicado é melhor do que nenhum exercício. Mexa-se!

 

Fontes: Fiocruz  https://portal.fiocruz.br/

               Portal PBMED https://pebmed.com.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *