DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores, que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

O Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado em 27 de novembro, tem como objetivo ampliar o conhecimento da população brasileira sobre o câncer e sua prevenção.

O que causa o câncer

O câncer não tem uma causa única:  pode ter causas externas (presentes no meio ambiente) e internas (hormonais, condições imunológicas e mutações genéticas). Esses fatores podem interagir de diversas formas, dando início ao surgimento do câncer.

Entre 80% e 90% dos casos de câncer estão associados a causas externas – As mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem, os hábitos e o estilo de vida podem aumentar o risco de diferentes tipos de câncer.

As causas internas estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas – Apesar de o fator genético exercer um importante papel na formação dos tumores (oncogênese), são raros os casos de câncer que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos.

O envelhecimento natural do ser humano traz mudanças nas células, que as tornam mais vulneráveis ao processo cancerígeno – Isso, somado ao fato de as células das pessoas idosas terem sido expostas por mais tempo aos diferentes fatores de risco para câncer, explica, em parte, o porquê de o câncer ser mais frequente nessa fase da vida.

Dicas para prevenir o câncer

  • Não fume – O ato de fumar libera no ambiente mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Parar de fumar e de poluir o ambiente é fundamental para a prevenção do câncer.
  • Mantenha uma alimentação saudável  e o peso corporal adequado – Prefira alimentos como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, grãos, sementes, castanhas, feijões e outras leguminosas  e evite alimentos ultraprocessados.
  • Evite a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas – Seu consumo, em qualquer quantidade, contribui para o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta a possibilidade do surgimento da doença.
  • Pratique atividade física regularmente – Ser fisicamente ativo ao longo da vida é fundamental para ajudar no controle do câncer.
  • Cuidado com o sol – Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar, inclusive nos lábios. Se for inevitável a exposição ao sol durante a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.
  • Amamente seus filhos – O aleitamento materno é a primeira ação de alimentação saudável.  A amamentação protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil.
  • Vacine contra o HPV as meninas de 9 a 14 anos e os meninos de 11 a 14 anos – A vacinação contra o HPV, disponível no SUS,  e o exame preventivo (Papanicolau) se complementam como ações de prevenção do câncer do colo do útero.
  • Tome a vacina contra a Hepatite B – O câncer de fígado está relacionado à infecção pelo vírus causador da hepatite B e a vacina é um importante meio de prevenção deste câncer.
  • Mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer exame preventivo ginecológico anualmente e, a partir dos 40 anos,  mamografia anualmente.
  • Homens a partir dos 50 anos (ou 45 anos, se houver casos de câncer de próstata na família) devem ir anualmente ao urologista para realizar exames preventivos contra este tipo de câncer.

Fonte:  INCA – Instituto Nacional do Câncer

 

 

SEMANA NACIOANAL DO DOADOR DE SANGUE

Doar sangue salva vidas.
Na semana em que homenageia o doador de sangue, é importante lembrar que a doação de sangue feita nos hemocentros é segura e todos os cuidados com relação à pandemia são tomados para proteger os doadores.
 
Requisitos necessários para doar sangue:
 
✅ Ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos devem estar acompanhados de um responsável legal);
✅ estar saudável;
✅ pesar acima de 50kg;
✅ ter dormido bem na noite anterior;
✅ evitar alimentos gordurosos antes da doação;
✅ não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores a doação;
✅ estar alimentado e
✅ portar documento oficial com foto.
 

RESIDÊNCIA EM CARDIOLOGIA 2021

As inscrições podem ser feitas via email, a partir do dia 01º de dezembro.
A Residência em Cardiologia do Hospital do Coração de Natal é aprovada pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação (MEC). O programa de residência tem duração de dois anos. Clique nos links abaixo para obter o edital e a ficha de inscrição.

EDITAL RESIDÊNCIA MÉDICA CARDIOLOGIA 2021

USE MÁSCARA: A PANDEMIA NÃO ACABOU

Usar máscara sempre que precisar sair de casa (mesmo para quem já teve COVID-19), manter o distanciamento social e higienizar as mãos frequentemente   continuam sendo fundamentais para proteger a saúde de todos.

A máscara é uma barreira física que protege você e as outras pessoas – o uso correto pode proteger em até 70% da carga de vírus que a pessoa poderia pegar se não estivesse usando máscara. Confira nossas orientações.😷

 

  • A MÁSCARA DEVE ESTAR JUSTA NO ROSTO E SEMPRE COBRIR NARIZ E QUEIXO.
  • AO SAIR, SEMPRE LEVE UMA MÁSCARA RESERVA :  ELA DEVE SER TROCADA A CADA 3 HORAS OU SEMPRE QUE ESTIVER  ÚMIDA OU SUJA.
  • EVITE TOCAR NO ROSTO E SEMPRE HIGIENIZE AS MÃOS  AO TOCAR A MÁSCARA.
  • LAVE AS MÃOS ANTES DE USAR  E TAMBÉM APÓS RETIRAR A MÁSCARA.
  • LAVE A MÁSCARA USADA ASSIM QUE CHEGAR EM CASA.

ELEIÇÕES E COVID-19: VOTE COM SEGURANÇA

 

O dia de votar está chegando:  o primeiro turno das eleições municipais de 2020 acontece no próximo domingo (15). O Tribunal Superior Eleitoral criou um protocolo sanitário a fim de  evitar o contágio entre eleitores e mesários. Além do uso obrigatório de máscara, todos deverão manter pelo menos 1 metro de distância entre si e higienizar as mãos antes e depois de entrar na seção eleitoral.

 

VEJA AS PRINCIPAIS DICAS PARA VOTAR COM SEGURANÇA:

 

NO DIA DA ELEIÇÃO

 

  • A VOTAÇÃO SERÁ DAS 7H ÀS 17H, SEMPRE NO HORÁRIO LOCAL.
    NÃO DEIXE PARA ÚLTIMA HORA.
  • RESPEITE O HORÁRIO PREFERENCIAL DAS 7H ÀS 10H
    PARA MAIORES DE 60 ANOS
  • SE ESTIVER COM FEBRE OU SE TIVER TIDO COVID-19 NOS 14 DIAS ANTES DA VOTAÇÃO, FIQUE EM CASA
  • CONFIRME  O LOCAL DE VOTAÇÃO e A SEÇÃO – PODE TER OCORRIDO MUDANÇA NO SITE DO TSE:  https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/titulo-e-local-de-votacao
  • MANTENHA DISTÂNCIA MÍNIMA DE UM METRO DAS OUTRAS PESSOAS.
  • O USO DA MÁSCARA É OBRIGATÓRIO EM TODAS AS SEÇÕES.
  • EVITE LEVAR CRIANÇAS E ACOMPANHANTES.
  • SE POSSÍVEL, LEVE SUA PRÓPRIA CANETA. ASSIM VOCÊ EVITA CONTATO COM OBJETOS.

 

NO LOCAL DE VOTAÇÃO

 

  • NÃO É PERMITIDO SE ALIMENTAR, BEBER OU FAZER QUALQUER ATIVIDADE QUE EXIJA RETIRADA DA MÁSCARA.
  • SE TOSSIR OU ESPIRRAR, USE A PARTE INTERNA DO COTOVELO OU UM LENÇO.
  • LIMPE AS MÃOSCOM O ÁLCOOL  ANTES E DEPOIS DE VOTAR.
  • EVITE CUMPRIMENTOS, ABRAÇOS E APERTOS DE MÃO. NÃO TOQUE NO ROSTO.

 

COMO JUSTIFICAR A AUSÊNCIA

 

  • SE ESTIVER FORA DO DOMICÍLIO ELEITORAL NO DIA DA ELEIÇÃO, JUSTIFIQUE PELO CELULAR. BAIXE O APLICATIVO E-TITULO.
  • É POSSÍVEL JUSTIFICAR EM ATÉ 60 DIAS APÓS CADA TURNO APRESENTANDO DOCUMENTOS QUE COMPROVEM O MOTIVO DA FALTA (ATESTADO MÉDICO, POR EXEMPLO). FAÇA NO APLICATIVO, NO SITE DO TSE ou PROCURE UM CARTÓRIO ELEITORAL.

 

Fonte:  Justiça Eleitoral https://www.justicaeleitoral.jus.br/

DIA DA PREVENÇÃO E COMBATE À SURDEZ

A data, comemorada em 10 de novembro, foi criada para alertar a população sobre a importância das ações de combate e prevenção a surdez.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que cerca de  800 milhões de pessoas sofrem alguma perda auditiva no mundo.

No Brasil, de  cada mil crianças nascidas,  três a cinco já nascem com deficiência auditiva. Entre os 20 e 40 anos de idade, a surdez acomete 15% das pessoas. Já acima dos 70 anos, a prevalência pode chegar a 50%.

Para pesquisar a perda auditiva, existem dois exames indicados, de acordo com a faixa etária. Ambos são exames simples, rápidos,  indolores e sem riscos:

  • Para os recém-nascidos, o exame das otoemissões acústicas (teste da orelhinha) é obrigatório
  • Em crianças maiores e adultos, a audiometria é  o exame indicado

Na terceira idade, devido ao envelhecimento natural dos órgãos, a perda auditiva aparece com certa frequência, sendo mais perceptível após os 65 anos. Nos idosos, a perda auditiva é importante fator de desagregação social. Estudos publicados nos últimos anos comprovam também os danos ao funcionamento cerebral causados pela perda de audição.

Em qualquer faixa etária,  a reabilitação da audição  pode ser possível,  através do uso de aparelhos auditivos, de implantes cocleares e de outros tipos de implantes auditivos.

O grupo do Hospital do Coração/Otocentro atua na prevenção  da surdez há 20 anos, recebendo pacientes de todo país e é referência na implantação de implantes cocleares e outros tipos de implantes auditivos em todo o  norte e nordeste do país.

Do ano 2000 para cá, mais de mil implantes auditivos foram realizados por nossa equipe, beneficiando crianças e adultos que antes não conseguiam ouvir.

Dr. Rodolpho Penna Lima, coordenador do Programa de Implante Coclear do Otocentro-RN/Hospital do Coração de Natal

Clique aqui para ver o vídeo onde Dr. Rodolpho Penna Lima explica o que é um implante coclear:

https://www.instagram.com/tv/CHaZFomA2Ab/?utm_source=ig_web_copy_link

DIA DO MÉDICO RADIOLOGISTA

Em 8 de novembro são celebradas duas datas ligadas a especialidade: o Dia Nacional do Médico Radiologista e o Dia Internacional da Radiologia.
A data foi escolhida porque foi quando, no ano de 1895, o físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen descobriu os raios X e comprovou, cerca de um mês depois, que era possível tirar fotografias das partes internas do corpo com esses raios. A descoberta rendeu a Roentgen o Prêmio Nobel de Física em 1901. Mais tarde, a radiação ionizante, utilizada nos equipamentos de raio X, deu origem a outros aparelhos, como tomógrafos e mamógrafos.

A radiologia médica é uma especialidade que usa diferentes tipos de radiação com fins diagnósticos e terapêuticos. Impulsionada por descobertas e investimentos em saúde, é uma das especialidades médicas que mais evolui. Além da aplicação na medicina, a radiologia é usada em vários outros segmentos, como odontológico, veterinário, metalúrgico, ambiental e até para esterilização.

Os diagnósticos feitos radiologistas são usados em praticamente todas as áreas da medicina e muitas vezes imprescindíveis para determinar o futuro do paciente – se ele será encaminhado a tratamentos, cirurgias ou outros procedimentos. O  médico radiologista tem formação em Medicina, com especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, curso que envolve uma variedade de técnicas e inclui Radiologia Convencional, Radiologia Contrastada, Ultrassonografia, Medicina Nuclear, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética e Densitometria Óssea.
O profissional deve possuir conhecimentos gerais em anatomia humana, tecnologias, formação e interpretação de imagens radiológicas.
O médico radiologista pode atuar em duas grandes áreas: radiologia intervencionista ou diagnóstico por imagem.
Profissionais que atuam em radiologia intervencionista são capacitados para a realização de procedimentos invasivos com fins terapêuticos, como biópsia e angiografia, por exemplo.
A área do diagnóstico por imagem é o maior campo de atuação dos radiologistas: nessa área, o especialista realiza análise crítica de pedidos de exames radiológicos, indicações de técnicas e materiais utilizados, interpretação das imagens e conclusões, que são registradas no laudo médico.
Para compor os laudos, o radiologista não apenas avalia as imagens registradas durante o exame, como também considera as suspeitas do médico solicitante, dados clínicos e histórico do paciente.

E, se precisar realizar seus exames de imagem, conte com a gente: o Hospital do Coração de Natal possui um dos mais completos serviços de Imagem do RN:  aqui, nossos pacientes  podem realizar exames de Raio-X, Ultrassonografia, Tomografia e Ressonância com segurança e rapidez na hora de fazer os exames e na entrega dos resultados.

Entre em contato:  

 

DIA MUNDIAL DO DIABETES

O dia mundial do DIABETES é comemorado em 14 de novembro. A campanha foi criada em prol da conscientização sobre a doença,  estimulando a  prevenção do diabetes e de suas complicações.

 diabetes

O diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz (insulina é o hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue). O corpo precisa da insulina para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia. Quando a pessoa tem diabetes, o nível de glicose no sangue fica alto ( hiperglicemia). Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

O diabetes exige alguns cuidados que são para o resto da vida, tanto para o paciente, quanto para a família:  ambos precisam tomar uma série de decisões relacionadas ao tratamento da doença, como medir diariamente DIAa glicemia, tomar medicamentos, exercitar-se regularmente e ajustar os hábitos alimentares. Existem dois tipos de diabetes, o tipo 1 e o tipo 2.

DIABETES TIPO 1

O desencadeamento de diabetes tipo1 é geralmente repentino e pode incluir sintomas como:

  • Sede excessiva
  • Rápida perda de peso
  • Fome exagerada
  • Cansaço inexplicável
  • Muita vontade de urinar
  • Má cicatrização
  • Visão embaçada
  • Falta de interesse e de concentração
  • Vômitos frequentes e dores estomacais

DIABETES TIPO 2

O tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente para controla a taxa de glicemia. Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. Dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose.

PRÉ-DIABETES

Pré-diabetes não é um diagnóstico, mas sim um estado de risco aumentado para o aparecimento de diabetes tipo 2. Pessoas com níveis de elevados de glicose (açúcar no sangue), obesidade e forte história étnica ou familiar de diabetes podem ser consideradas de risco.

Fatores de risco para o pré-diabetes

Uma pessoa é considerada de alto risco para progressão ao diabetes quando apresenta alterações no metabolismo da glicose, isto é, níveis elevados de glicose de jejum ou hemoglobina glicada, além tolerância diminuída à glicose.

Outros fatores de risco:  obesidade, sedentarismo e história familiar positiva para diabetes.

A maioria das pessoa em risco de progressão ao diabetes será diabética se não tomar os devidos cuidados. Contudo, como nem todos os fatores de risco são modificáveis, como a carga genética e a idade, por exemplo, algumas pessoas acabarão diabéticas mesmo tomando os devidos cuidados.

CUIDADOS PARA EVITAR O DIABETES

A mudança do estilo de vida, com alimentação adequada, atividade física regular e consequente perda de peso, é capaz de reduzir o risco da doença em cerca de 30 a 40%. Ter acompanhamento médico apropriado também é fundamental.

COMO DIAGNOSTICAR

Um simples exame de sangue pode revelar se você tem diabetes. Com uma gotinha de sangue e três minutos de espera, já é possível saber se há alguma alteração na taxa de glicemia. Caso a alteração seja considerável, será necessária a realização de outros exames, mais aprofundados.

Fonte:  Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD)

NOVEMBRO AZUL

O Novembro Azul é a campanha internacional de conscientização e prevenção do câncer de próstata, que no Brasil é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens.

Mais de 60 mil novos casos de câncer de próstata são diagnosticados a cada ano .

A idade é o principal fator de risco:  quanto mais velho o homem, maior o risco de desenvolver a doença. A boa notícia é que com  o diagnóstico precoce há grande chance de cura.

A próstata faz parte do sistema reprodutivo masculino e fica localizada entre a bexiga e o reto. A princípio, o órgão pode ser avaliado por exame de toque, feito em consultório, e pelo PSA, realizado em laboratório. Os dois exames são complementares e devem ser realizados a partir dos 50 anos. Em homens negros e com antecedentes familiares de câncer de próstata o risco é maior, e por isso o rastreamento deve ser feito a partir dos 45 anos.

Na fase inicial, a doença não apresenta nenhum sintoma, por isso é importante consultar o médico regularmente.

Fonte: Sociedade Brasileira de Urologia – https://portaldaurologia.org.br/