Dia do Nutricionista

Hoje  é  dia  de homenagear  os nutricionistas, profissionais da área da saúde que estudam  os alimentos e o efeito que eles produzem em nosso organismo. Os nutricionistas  podem atuar em diversas áreas:

Nutrição Clínica

Nesta área, o nutricionista faz um diagnóstico nutricional para elaborar uma dieta que atenda às necessidades do paciente. Para isso, investiga seu estado de saúde, hábitos alimentares e  estilo de vida e, através desta análise, estabelece uma dieta específica para cada paciente, seja para fins estéticos ou para adequar a alimentação em função de algum problema de saúde (diabetes, obesidade, cardiopatias etc.).  Caso o paciente esteja fazendo algum tratamento de saúde (seja em casa ou internado em hospital), o nutricionista acompanha este paciente, prescrevendo e adequando sua dieta para cada fase do tratamento.

O nutricionista promove também a educação alimentar, orientando o pacientes sobre como combinar os alimentos, o que deve ser priorizado na alimentação e o que deve ser evitado. Esta educação alimentar permite ao paciente fazer suas próprias escolhas e montar seu cardápio conforme suas necessidades.  Como nutricionista clínico, o profissional pode trabalhar em hospitais, clínicas, ambulatórios, consultórios ou realizando atendimento domiciliar.

Nutrição Coletiva

Enquanto a nutrição clínica trata do indivíduo, a nutrição coletiva cuida da saúde de um grupo de pessoas. Neste caso, o nutricionista pode atuar em restaurantes, refeitórios, cozinhas industriais ou na área de vigilância sanitária.

Nutrição Esportiva

A nutrição esportiva é voltada para pessoas que realizam algum esporte ou atividade física e tem como objetivo melhorar o desempenho físico dos atletas e otimizar a recuperação pós-exercício.

Indústria de Alimentos

Em uma indústria de alimentos, o nutricionista controla a qualidade dos alimentos produzidos e acompanha todo o processo de produção.

Pesquisa Científica

Na área de pesquisa, o nutricionista pode desenvolver novos alimentos ou pesquisar sobre os efeitos que determinado alimento exerce no organismo do ser humano. Ele pode realizar seu trabalho em laboratórios, indústrias alimentícias, institutos de pesquisa e universidades.

Fonte:   Guia da Carreira   http://www.guiadacarreira.com.br/carreira/o-que-faz-um-nutricionista/

 

 

 

,

Aula: Cintilografia Miocárdica

Cintilografia Miocárdica será o tema da próxima aula da Residência em Cardiologia do Hospital do Coração.

A aula será ministrada pelo Dr. Roberto Levi, especialista em medicina nuclear, e será realizada na sexta-feira, dia 26 de agosto, às  11 horas, no auditório do hospital (3º andar).

cintilografia miocárdica

,

Curso de Cirurgia Torácica

Curso Cirurgia torácica

Já estão abertas as inscrições para o Curso Internacional de Cirurgia Torácica: Esôfago e Robótica, coordenado pelo Dr. Fernando Lisboa, e que tem o apoio do Hospital do Coração.

Data:  30/09 e 01/10

Local:  Auditório da Nutrivida

Informações:  (84) 99184-9686

sac@nutrivida-homecare.com.br

 

 

Aula: Tumores Cardíacos

Sexta-feira (19), foi  realizada aula da Residência em Cardiologia do Hospital do Coração, no auditório (3º andar).

Tema:  Tumores Cardíacos – Dr. Carlos Vinícius Baptista

c vinicius3

Quer doar sangue? Veja os requisitos necessários:

Doar sangue é rápido, simples e pode salvar muitas vidas.

doação sangue1

Feliz Dia dos Pais!

cartão dia dos pais 2016

Aula: Crise Hipertensiva

aula luiz de sá

O cardiologista Luiz de Sá deu aula sobre Crise Hipertensiva no auditório do hospital, dia 12 de agosto.

A aula fez parte da atualização dos Protocolos do Hospital do Coração e da Residência em Cardiologia.

 

Colesterol: como manter sob controle

O Dia Nacional de Combate ao Colesterol é comemorado no mês de agosto, dia 8. Nesta data, a clínica HC Cardio, localizada no andar térreo do hospital, realizou durante todo o dia exames gratuitos para dosagem do colesterol nos seus pacientes.

DIA COLESTEROL5

DIA COLESTEROL2                  DIA COLESTEROL7

O que você precisa saber sobre o colesterol:

O colesterol é um tipo de gordura (lipídio) encontrado naturalmente em nosso organismo e fundamental para o seu funcionamento normal, sendo o componente estrutural das membranas celulares em todo nosso corpo. Ele está presente no cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração. Por tudo isso, o colesterol é primordial para o funcionamento do corpo humano. Para isso, no entanto, seus níveis devem estar sempre controlados.

  • Existem dois tipos de colesterol: O HDL, chamado de “colesterol bom”, pois forma uma classe de lipoproteínas que ajuda a carregar o colesterol do ateroma dentro da artérias, e transportá-lo de volta ao fígado para ser excretado. Já o LDL, chamado de “colesterol ruim”, transporta o colesterol de células que mais produzem do que usam, para as células que mais necessitam. É considerado ruim pela relação que existente do alto índice de LDL com doenças cardíacas.
  • Quando em excesso (hipercolesterolemia), o colesterol pode se depositar nas paredes das artérias, que são os vasos que levam sangue para os órgãos e tecidos, determinando um processo conhecido com arteriosclerose. Se esse depósito ocorre nas artérias coronárias, pode ocorrer angina (dor no peito) e infarto do miocárdio. Se ocorre nas artérias cerebrais, pode provocar acidente vascular cerebral (derrame).
  • O aumento no nível de colesterol no sangue não costuma ter sintomas. Em casos excepcionais, aparecem os chamados xantomas, que são sinais decorrentes do acúmulo do colesterol na pele. Quando o aumento do colesterol atinge níveis muito altos, pode haver um aumento no fígado, no baço e sintomas de pancreatite.
  • As taxas de colesterol apontadas em exames se referem à soma do bom colesterol (HDL) com o mau colesterol (LDL). Essa taxa é considerada boa quando está abaixo de 200, suspeita quando está entre 201 e 239 e elevada quando está acima de 240;
  • Há três causas para a alteração do colesterol. A primeira é o fator genético, quando o indivíduo possui genes que determinam essa alteração. A segunda é a alimentação. Quem ingere alimentos gordurosos, com alto índice de colesterol, têm mais chances de sofrer com taxas altas. A última possível causa são doenças, como hipotireoidismo, diabetes e doenças nos rins.

Dicas para evitar o colesterol alto

  • Mantenha uma vida saudável, praticando exercícios físicos e evitando comer alimentos gordurosos. Parar de fumar também é uma atitude que ajuda a neste controle.
  • Alimentos que devem ter a ingestão diminuída na dieta pois contêm quantidade significativa de colesterol: gema de ovo, bacon ou toucinho, carne de frango com pele, torresmo, manteiga, creme de leite e nata, frituras, salsicha, salame e lingüiça e carnes de animais.
  • Prefira leite e iogurte desnatados, queijo branco fresco, ricota, “cottage”, queijos “light”, peixes, aves sem pele, carnes magras, inhame, massas e pães integrais, evitando sempre gordura em excesso. O tratamento das alterações do colesterol deve ser mantido por toda a vida. Tanto os cuidados com a alimentação e exercícios, como o uso de medicamentos, deverão ser empregados por tempo indeterminado.

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia http://www.endocrino.org.br/

Aula: Cardiopatias Congênitas – Embriologia e Circulação Fetal

O cardiologista Carlos Crescêncio deu aula com o tema: ” Cardiopatias Congênitas – Embriologia e Circulação Fetal” , dia 05 de agosto, no auditório do hospital.

A aula fez parte da programação da Residência em Cardiologia.

 

aula creca